segunda-feira, 29 de março de 2010

Chimarrão internacional!

Finalmente a primavera chegou na cracóvia! Já não via a hora daquela neve toda ir embora e dar lugar para uma temperatura mais agradavél durante o dia. Tudo bem que quando chegamos era uma emoção só ver aquela neve, tudo branco, caminhar na neve, passar um pouco de frio, etc. Mas já ta bom, tava na hora já do inverno passar, deu de neve por enquanto!

Agora dá gosto de passar a tarde toda pelo centro da cidade caminhando, vendo o movimento, etc. A cidade realmente toma uma vida diferente com a chegada da primavera, o centro enche de gente, os bares colocam mesas e cadeiras para os clientes aproveitarem a temperatura agradável e claro, todos os pontos turisticos que haviamos visitado antes, com neve, agora temos que ir de novo, pois a visão é outra, o cenário muda muito e vale a pena passar por todos os locais novamente.

E agora com esse solzinho chegando o negócio agora é tomar chimarrão no centro da Cracóvia! Sempre que vamos sair para o centro, levo meu mate junto e já estou angariando alguns novos adeptos a bebida. Obviamente eu e o Vini (de POA) já eramos assiduos ao chimarrão, mas já fazem parte da roda do mate, frequentemente, o Luis (portuga que mora com a gente), o Pedrão do RJ, que já disse que quando voltar pro RJ vai levar um kit chimarrão para tomar na praia, 40º C (boa sorte Pedrão!) e o Gabriel de SP que disse que chimarrão é que nem cerveja: a primeira vez que o cara bebe não gosta muito, mas depois vai tomando outras vezes e vai gostando! Já são 5 adeptos frequentes do "Chimas" como diz o Pedro e seu sotaque carioca. Mas por essas andanças na Polônia o chimarrão tem se tornado cada vez mais internacional, já experimentaram a bebida: Meu chefe (eslovaco), o Ahmet (turco) e a Annet (russa) que moravam comigo, uns 5 portugas, e brasileiros de vários cantos. A contagem vai aumentando aos poucos e também os lugares por onde a gente vai bebendo um bom chimarrão:

Chimarrão na ponte em cima do rio Wisla


Chimarrão no Marquet Square, feira da primavera (vendendo pelego hehhe)


Chimarrão no Castelo Wawel

Quando vim para Krakow trouxe 3 Kgs de erva-mate e o Vini trouxe mais 3 Kgs, por enquanto temosainda um bom estoque, mas por via das dúvidas já procurei alguns lugares aqui na cidade e tem erva-mate para vender, vários tipos em uma espécie de mercadinho que tem só produtos importados de toda a parte do mundo, incluindo do Brasil Guaraná Antarctica, Feijão, dendê, etc.

Outra coisa interessante é o jeito como alguns polacos nos olham quando estamos tomando mate. Devem se perguntar que coisa estranha é aquela que estamos tomando. Inclusive estes dias tivemos reunião semanal do time da Shell e eu estava com o chimarrão, pessoal tava bebendo junto e meu chefe, Eslovaco, não sabia o que era aquilo e perguntou, en inglês: "O que vocês estão bebendo aí nesse negócio? Não tem vodka aí dentro né?" Não, não, fica tranquilo hehehe inclusive ele até experimentou e depois sacaneando, perguntou: "Eu deveria estar vendo alguma coisa agora depois de tomar isso aí? Alguma alucinação ou algo do tipo?" hehehe, figura!

-------------------------------------------

Mudando um pouco o contexto de gauchadas na Europa agora para Brasileiradas, no final de semana anterior saiu aqui na Cracóvia uma FEIJOADA BRASILEIRA! Nossa que saudade que eu tava de comer feijão! Feijão preto bom, do Brasil. Um dos brasileiros foi visitar a família estes tempos e trouxe na mala um carregamento de feijão preto do Brasil para a tal feijoada. Ae juntou cerca de 50 pessoas para festança. Além dos brasileiros que estão trabalhando comigo na Shell já tinha uma galera aqui de diferentes épocas, por exemplo o cozinheiro da feijoada tá aqui a 10 anos, saiu de Santa Rosa, descendente de poloneses para estudar aqui e não voltou mais, já fez de tudo um pouco aqui e hoje trabalha na HCL, empresa onde mais um lote de brasileiros também está trabalhando. Ao todo eramos uns 30 brasileiros, uns 10 portugas e mais uns 10 simpatizantes, hehehe (polacos que falam portugues e agregados).
Foi muito legal conhecer toda a galera, conhecer um pouco da história de cada um como foram chegar aqui na Polônia e claro o bom ambiente de uma festa brasileira, com muita gente falando ao mesmo tempo, uma barulheira, musica brasileira, muita risada e claro uma FEIJOADA 100%. tava muito bom, eu me servi umas 3 vezes!

Roda de Pagode/Samba não poderia faltar


Eu e Johnny Bracinhus comendo um feijoada!

A feijoada sendo preparada, sem panela de pressão, na coragem mesmo!

Capirinha também não poderia faltar em uma festa brasileira

No final, uma gauchada não poderia faltar! Um bailão com musica gaúcha, pessoal dançou, ou tentou pelo menos hehehe.



-------------------------------------

Curiosidades incríveis da Polônia: O ataque dos velhinhos ninjas no ônibus!

Diariamente para ir trabalhar temos que pegar um onibus, uns 20-25 minutos de viagem até o Business Park onde fica a mãe Shell. E é incrível de ver os velinhos poloneses nas paradas de onibus e seu comportamento ninja quando o dito transporte público chega a parada:

Portando seus casacos de pele dos tempos do comunismo, "700" sacolas em punho ,estilo sacolão de feira, carregadas de verduras, comidas e contrabandos para Zabierzow (local onde fica a Shell), ao notarem que o ônibus chegou, o empurra empurra começa! Se tu não se cuidar é capaz de ir dentro da sacola de alguma das senhoras. Dotados de uma habilidade impressionante, como se fossem uma quadrilha eles rapidamente tomam o onibus de assalto ocupando os lugares com seus casacos e é claro seus sacolões.

É engraçado de ver toda a movimentação rápida que eles fazem, parecem até o Ronaldão no "Curtinnntia" dando aquele único gás em uma partida de futebol!
Mas acho que eles nem precisariam fazer isso, afinal, normalmente o pessoal mais novo cede os lugares para os idosos aqui, tranquilamente, e a gente também segue a mesma regra.

Então vai ver que é uma competição interna entre eles pra ver quem pega o melhor lugar no ônibus.

Para não dizer que estou mentindo, um exemplar da gangue ninja dos velinhos poloneses, hehehe

Então era isso por hoje!! Na páscoa estou indo para Roma então provalmente as próximas notícias serão sobre gauchadas pela Itália!! Abraços





4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Os Velhinhos aí adquiriram habilidades indianas pra entrar no onibus... hahahah! Na India é uma guerra... e fica gente pelo caminho! =P

    Abraço, loko...

    ResponderExcluir
  3. eu tô dizendo, esses véios são entidades de outra dimensão...impossível uma pessoa tão velinha ser tão ágil!
    um dia ainda levamos uma sacolada...

    ResponderExcluir
  4. Oh Ovelha, prepara um Chimax p a gente ai mane!!!

    ResponderExcluir